easy site builder

MAIS INFORMAÇÕES

Serviço de Apoio Social e Alojamento

Os Serviços de Ação Social do P. Porto têm como objetivo fornecer e assegurar condições de equidade no acesso ao Ensino Superior e garantir uma maior qualidade de vida e sucesso escolar aos alunos. Para isso, ajuda os alunos na procura de alojamento, alimentação e bolsas de estudos. 

Programas de Mobilidade ERASMUS 

O estudante ou recém-graduado do ISEP poderá usufruir das condições e programas de mobilidade ERASMUS, que englobam oportunidades de formação ou estágio num dos estados membros da Europa. Para mais informações, clique aqui ou procure o Gabinete de Relações Externas do ISEP.

A Associação de Estudantes do ISEP (aeISEP) representa os estudantes em todos os fóruns de discussão, reivindicando os seus direitos, de modo a que sejam uma prioridade no sistema de ensino superior. Conheça melhor a atuação da entidade no site da aeISEP.

Mobirise

MUSEU ISEP

Criado em 1999, o Museu do ISEP reúne uma valiosa coleção de instrumentos científico-didáticos que mostram a evolução do ensino experimental desde a criação da Escola Industrial, em 1852.

O Museu pode ser visitado durante a semana, exceto feriados, das 09h30 às 12h30 ou das 14h00 às 17h00.

Alimentação

Os estudantes do ISEP têm acesso a diversos bares, cafetarias, snack-bares e cantinas nos diversos polos pertencentes ao Instituto Politécnico do Porto. 

Saúde e bem-estar

Os serviços de Ação Social do P. Porto disponibilizam cuidados de saúde a todos os estudantes, possibilitando o acesso a consultas orientadas por profissionais especializados ou entidades com as quais foram estabelecidos protocolos. 

Por meio do ATIVO – Programa Integrado de Saúde e Bem-Estar, os estudantes tem direito a consultas de nutrição, academia e cursos de defesa pessoal.

Mobirise
WELCOME WEEK ISEP

Acolhimento e integração

De modo a que os seus estudantes sejam integrados da melhor forma na academia, o ISEP e o P. Porto coordenam projetos de acolhimento a estudantes nacionais e estrangeiros.  

O ISEP organiza, anualmente, a Welcome Week, direcionada a estudantes internacionais, onde os mesmos têm acesso a diversas atividades, sessões de esclarecimento e visitas guiadas ao campus.  


No decorrer do ano letivo, os alunos podem recorrer ao ISEP | GO – Gabinete de Orientação para aconselhamento pessoal e profissional. 

Revalidação de diplomas

Revalidação e Reconhecimento de diplomas de graduação e pós-graduação do Instituto Superior de Engenharia do Porto


A revalidação e reconhecimento de diplomas atribuídos por parte de instituições de ensino superior estrangeiras e o exercício de atividade profissional no Brasil, dependem sempre da legislação brasileira em vigor que se aplique à matéria em causa. Atualmente, existem acordos que facilitam a mobilidade, o reconhecimento educativo e profissional entre os dois países.


Segundo o Tratado de Amizade, Cooperação e Consulta entre Portugal e o Brasil, de 14 de Dezembro de 2000, a revalidação de diplomas académicos entre os dois países rege-se pelos seguintes termos:


Artigo 39.º

        1. Os graus e títulos acadêmicos de ensino superior concedidos por estabelecimentos para tal habilitados por uma das Partes Contratantes em favor de nacionais de qualquer delas serão reconhecidos pela outra Parte Contratante, desde que certificados por documentos devidamente legalizados.


        2. Para efeitos do disposto no Artigo anterior, consideram-se graus e títulos acadêmicos os que sancionam uma formação de nível pós-secundário com uma duração mínima de três anos.



Artigo 40.º
        A competência para conceder o reconhecimento de um grau ou título acadêmico pertence, no Brasil às Universidades e em Portugal às Universidades e demais instituições de ensino superior, a quem couber atribuir o grau ou título acadêmico correspondente.

Artigo 41.º
        O reconhecimento será sempre concedido, a menos que se demonstre, fundamentadamente, que há diferença substancial entre os conhecimentos e as aptidões atestados pelo grau ou título em questão, relativamente ao grau ou título correspondente no país em que o reconhecimento é requerido.



Outras iniciativas de nível legislativo estão em curso no Brasil para tornar simples e rápido o reconhecimento de diplomas, tanto por parte de Politécnicos como de Universidades.


Depois da aquisição do diploma no ISEP, deve solicitar o seu reconhecimento numa Universidade ou Politécnico do Brasil autenticado no mesmo nível e área ou equivalente. Para o caso de reconhecimento de diploma de pós-graduação, estão aptas as universidades e politécnicos do Brasil (públicas ou privadas) regularmente credenciados que possuam cursos de pós-graduação avaliados, autorizados e reconhecidos pelo Sistema Nacional de Pós-Graduação (SNPG) na mesma área de conhecimento.


Para mais informações sobre a revalidação de diplomas e os procedimentos a seguir, consulte o portal Carolina Bori do Ministério da Educação do Brasil.

OU
Contacte o Centro ENIC-NARIC, competente pelo fornecimento de informações sobre o reconhecimento de diplomas de graduação e pós-graduação na União Europeia, principalmente se pretende prosseguir estudos noutro Estado- Membro.



● Termo de Reciprocidade entre Portugal e Brasil


Relativamente a questões de mobilidade entre Portugal e Brasil de profissionais em Engenharia, existe um Termo de Reciprocidade, acordado a 1 de maio de 2016, entre a Ordem dos Engenheiros (OE) e o Conselho Federal de Engenharia e Agronomia do Brasil (CONFEA). O presente termo aplica-se apenas a profissionais graduados que cursaram, no mínimo, 3.600 horas no Brasil e 5 anos de estudos em Portugal, de modo a que haja integralização da formação necessária à obtenção dos respetivos registros definitivos. Os profissionais em Engenharia de nacionalidade brasileira, que tenham sido admitidos como membros efetivos por parte da Ordem dos Engenheiros de Portugal, mantêm todas as atribuições profissionais atribuídas pelo Sistema CONFEA/CREA, de acordo com a certidão emitida pela entidade brasileira. 
Sendo que o ISEP possui cursos acreditados com as marcas de qualidade EUR-ACE e ABET, o reconhecimento profissional na Europa e nos Estados Unidos acaba por ser simplificado, principalmente no que diz respeito aos procedimentos administrativos. 


● Ordem dos Engenheiros de Portugal


A Ordem dos Engenheiros de Portugal (OE) é a associação pública responsável pela atribuição do título oficial de Engenheiro. Para que o titular de uma graduação em Engenharia seja admitido como membro efetivo, é necessário que seja titular do grau de mestre numa especialidade do domínio da Engenharia, ter realizado um estágio com duração não inferior a seis meses (ou ter sido dispensado do mesmo) e que a sua avaliação curricular demonstre conhecimento de deontologia para o exercício da profissão de Engenheiro.
 Caso apenas possua o grau de licenciado, o graduado poderá ser aceite como membro, caso tenha realizado um estágio com duração não inferior a 18 meses (ou ter sido dispensado do mesmo) e que a sua avaliação curricular demonstre conhecimento de deontologia para o exercício da profissão de Engenheiro. Os candidatos que foram aprovados nas provas de admissão e que tenham mais de cinco anos de experiência profissional, poderão pedir dispensa da realização de estágio ao Bastonário.
Atualmente, a Ordem dos Engenheiros possui acordos com diversas entidades estrangeiras idênticas, que atribuem reconhecimento profissional aos seus membros de forma quase automática. Entre esses países, podemos encontrar o Peru, México, Costa Rica, Honduras, Brasil e Colômbia (América); Angola, Cabo- Verde, São Tomé e Príncipe e Moçambique (África); União Europeia, Reino Unido (Europa) e Qatar (Ásia).
Para mais informações, consulte o Regulamento dos Estágios, o Regulamento de Admissão e Qualificação e os Acordos com Entidades Estrangeiras Congéneres da Ordem dos Engenheiros de Portugal.




Procedimentos legais e administrativos à chegada 

Declaração de Entrada

Para obter uma Declaração de Entrada, deverá descarregar a mesma a partir do site do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), preencher e entregar num dos postos de atendimento do SEF em Portugal. Terá de fazer marcação de atendimento durante os três dias úteis após a sua chegada. Se não cumprir algum dos requisitos mencionados, estará sujeito a multa.


Não necessita de apresentar Declaração de Entrada se:

  • Entrar em Portugal por fronteiras sujeitas a controlo;
  • Residir ou for titular de visto, ou seja, estejam autorizados a permanecer em Portugal por um período superior a 6 meses;
  • Estiver instalado em estabelecimentos hoteleiros ou outro tipo de alojamento turístico que esteja obrigado à comunicação de alojamento ao SEF.

Visto

Para estudar em Portugal é necessário visto. O tipo de visto a solicitar depende da duração do período de estudos: 

Antes de vir para Portugal, deve pedir o visto na Embaixada de Portugal, em Brasília, ou no Consulado português mais próximo da sua área de residência. Poderá encontrar toda a informação sobre a documentação que terá de apresentar na página do Serviço de Estrangeiros e Fronteira (SEF). O visto que adquiriu no seu país de residência, por norma, irá ter uma validade de 120 dias. Caso necessite de mais tempo para concluir a sua formação, terá de substituir o visto por uma Autorização de Residência. Para tal, terá de solicitar uma entrevista para o pedido de concessão de Autorização de Residência ao SEF. O pedido terá de ser efetuado até um mês antes do termo de validade expirar e irá precisar de apresentar uma Declaração de Matrícula do ISEP.

Durante o período de residência em Portugal, o aluno poderá estudar e trabalhar desde que solicite permissão ao SEF.

A qualquer momento poderá contactar o Centro Nacional de Apoio ao Imigrante (CNAI) e a Embaixada ou Consulado de Portugal de modo a obter apoio no seu processo de mobilidade.


Comprovativo de Morada

Caso esteja a viver numa residência universitária, solicite o comprovativo junto dos Serviços de Alojamento do P. Porto. Caso esteja numa casa particular, solicite o comprovativo de residência ao senhorio ou responsável pela habitação.

Autorização de residência e prorrogação de visto

A autorização de residência e a prorrogação do visto devem ser efetuados através do SEF - Serviço de Estrangeiros e Fronteiras no CNAIM Porto. Deve solicitar um agendamento de entrevista, por telefone ou pelo site do SEF, 90 dias antes da sua autorização/visto expirar. 

Número de Identificação Fiscal (NIF)

Para que possa usufruir da contratação de diversos serviços, como internet e telefone, e para que seja possível abrir uma conta bancária, terá de obter um Número de Identificação Fiscal (NIF). Caso já possua autorização de residência, poderá dirigir-se ao Serviço de Finanças da Loja do Cidadão e solicitar o mesmo. 

Conta Bancária

Existem diversos bancos na cidade do Porto, onde poderá abrir uma conta bancária. No entanto, o ISEP possui um protocolo com o Banco Santander Totta, em que o cartão de estudante pode igualar funcionalidade de cartão bancário.  

Para criar o cartão terá de se dirigir a um dos balcões de atendimento do Banco Santander Totta no Porto, sendo que poderá encontrar um balcão no ISEP.


Cartão de Estudante

O cartão de estudante permite identificar o aluno como membro do ISEP, o acesso a serviços internos das unidades do P.Porto (ex.: identificação do utente nas cantinas, biblioteca, etc.) e a outros serviços e descontos.   

O cartão é utilizado como confirmação e validação de presença do aluno nas aulas ministradas dentro dos diversos departamentos da instituição.  

Para obtenção do cartão de estudante é necessário que se dirija a um Quiosque Universitário ou Balcão do Banco Santander Totta. Poderá encontrar um nas nossas instalações. 


Portal do Estudante

O portal do estudante possibilita que aluno tenha acesso a diversas informações essenciais ao seu percurso académico, desde notas, consulta e inscrição a disciplinas, material fornecido pelos docentes, tratamento de situações burocráticas e financeiras (ex.: pedido de certificados, comprovativos e outros documentos, pagamento de propinas e outros serviços), pedido de esclarecimento de dúvidas, entre outros.  

Aceda ao seu portal pessoal através da plataforma P. Porto ou ISEP.  

Poderá encontrar outras informações complementares e igualmente relevantes para a sua vida académica no Moodle do ISEP.